OAB/RJ propõe que zoológico do Rio se torne um santuário de animais
Foto: Fabiano Rocha / Agência O Globo

O presidente da Comissão de Proteção e Defesa dos Animais da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) no Rio, Reynaldo Velloso, reúne-se hoje com o procurador do Ministério Público Federal Sérgio Suiama para propor mudanças no modelo do zoológico. A ideia é transformar o local em um "santuário".
 
"Nosso entendimento é de que o zoo receba apenas animais para reabilitação e reintrodução na natureza ou, ainda, aqueles não passíveis de reintrodução, como os feridos gravemente, mutilados, retirados de circos e de instalações domésticas ou inapropriadas", afirmou Velloso, que estará acompanhado da diretora do Fórum Nacional de Proteção e Defesa Animal, Elizabeth Mac Gregor e da diretora da Ong Defensores dos Animais, Mariangela Souza.
 
O grupo vai apresentar um parecer técnico baseado em relatório de vistorias e propor recomendações. Suiama é responsável pela ação pública que cobra da prefeitura reformas e modificações no RioZoo. Caso não seja apresentado um cronograma de obras, o parque, que tem mais de 2.100 animais em cerca de 600 espécies, pode fechar ou ter visitações suspensas.
 
O Extra mostrou, em outubro, o estado precário das instalações, com grades enferrujadas, e animais debilitados. O parque já não tem mais girafa, leão, zebra nem rinoceronte. São dez recintos sem bichos. Procurado, o RioZoo não foi localizado para comentar a nova proposta da OAB/RJ.

Fonte: Ordem dos Advogados do Brasil - OABRJ



Compartilhe no Facebook